Top
dia das mulheres dicas

Dia Internacional da Mulher – Confira algumas dicas úteis para o dia a dia

Sabemos que não é fácil ser mulher. Mesmo após ter conquistado diversos direitos, as mulheres ainda sofrem no mercado de trabalho, nas ruas e até em seus lares. Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para apoiar no dia a dia feminino tentando deixá-las um pouco mais seguras e inseri-las no mercado que hoje é predominantemente masculino: 
 
1- Eu Posso Programar 
 
Para estimular a inclusão em uma área que já foi 70% feminina, a Microsoft criou o programa “Eu posso programar” que da cursos de programação para mulheres com capacitação para serem inseridas no mercado tecnológico. 
 
No Brasil, a Paula Bellizia, CEO da Microsoft, lidera a multinacional e nessa entrevista ela conta como ajuda a estimular esse perfil na gigante de Redmond. 
 
2- Lady Driver
 
É um fato que a segurança é um dos tópicos mais preocupantes quando falamos sobre mulheres. O Lady Driver funciona como Uber e conecta motoristas e passageiras do sexo feminino. Além de ser uma plataforma de inserção no mercado, ainda permite que você, mulher, se sinta mais segura em voltar para casa ou ir até algum compromisso independente do horário e local. O aplicativo está disponível para android e IOS 
 
3- Contours
 
Um ambiente com muita testosterona nem sempre nos deixa muito à vontade. Olhares, comentários e até contato indesejado pode desencorajar as mulheres quando buscam cuidar de seus corpos. A partir disso surgiram as academias para mulheres. A Contours é um centro de cuidados completo e inclui uma área Kids para as mamães que desejam se cuidar, mas não tem com quem deixar seus filhos.
 
4- Chega de FiuFiu
 
Outro aplicativo útil é o Chega de FiuFiu, onde as mulheres relatam locais e testemunhos de assédios que sofreram, com características do assediador para que outras pessoas possam identificá-los e se precaver de situações de abuso e violência. O site também tenta mapear os locais com maior incidência de assédio. 
 
5- Clique 180
 
Muitas vezes os assédios ultrapassam a barreira verbal e viram abusos sexuais, psicológicos e violência física. É muito importante denunciar o agressor e o canal de apoio para fazer denúncias é o Ligue 180. As ligações não são identificadas, são totalmente gratuitas e dão orientação sobre direitos e serviços públicos para a população feminina em todo o país. 
 
Atualmente o canal também já está disponível na versão de aplicativo trazendo ainda mais facilidade no acesso ao conteúdo. O Clique 180 foi desenvolvido tanto para as mulheres que são vítimas de violência, quanto para todas as pessoas que trabalham com o tema, que queiram saber mais sobre o assunto ou que desejem se informar para ajudar uma mulher em situação de violência. A culpa nunca é da vítima! 
 
Espero que gostem das dicas e lembrem-se sempre de que lugar de mulher é onde ela quiser! 
Para continuar acompanhando as dicas, entrem em nosso site.

Sem comentários

Desculpe, não é possível comentar nesse post.

Informações por e-mail
Preencha o formulário abaixo e aguarde que nossos especialistas entrarão em contato:
Os campos marcados com um * são obrigatórios
Ligamos para você
Informe seus dados de contato, escolha uma data e um de nossos especialistas ligará para você.
Os campos marcados com um * são obrigatórios